Zona sul de Franca receberá água de nova captação este ano

Após intervenção de deputada Graciela obras em adutora do rio Sapucaí estão perto do fim

A água captada no rio Sapucaí e que promete acabar com o problema do abastecimento em Franca já está chegando na região do jardim Aeroporto. Em princípio, é apenas para testes, mas a notícia é animadora: No final deste semestre, a água extra estará disponível nas torneiras de 30% dos consumidores. Segundo a Sabesp, é a garantia de que não haverá mais racionamento.

O estágio atual das obras é a luz no final do túnel de uma novela que se arrasta desde 2012, quando a construção do novo sistema de captação de água no Rio Sapucaí-Mirim foi iniciada. A conclusão deveria ter ocorrido em 2014, mas os serviços ficaram paralisados por quatro anos por causa de litígio entre as empreiteiras e a Sabesp.
A intervenção da deputada estadual Delegada Graciela foi decisiva para a retomada das obras. Em 2019, no primeiro ano de seu mandato, Graciela se reuniu com a diretoria da Sabesp, ajudou a resolver o entrave e as obras foram reiniciadas em 2020.
Agora, a conclusão parece ser questão de tempo. A Sabesp já está testando a adutora de água bruta. A meta da empresa é que no final do primeiro semestre todos os testes estejam finalizados e que seja possível colocar a água do rio Sapucaí em bairros da zona sul, como jardim Aeroporto, Parque Progresso e Santa Cruz. “A região corresponde a 30% dos consumidores. Com certeza, vai dar uma segurança para a Sabesp e para a população em relação ao abastecimento de água”, disse Alex Veronez, gerente-distrital da Sabesp.
No ano passado, Franca enfrentou quase 40 dias de racionamento de água, com rodízio no abastecimento. “Enfrentamos racionamento por causa de uma obra que estava parada por burocracia. Os transtornos causados à população poderiam ter sido evitados. As obras da nova captação de água ficaram paralisadas sem que providências fossem tomadas. Quando eu assumi como deputada, buscamos soluções para que a construção fosse retomada. Felizmente, as obras foram reiniciadas e estão se aproximando do fim. A nova fonte é essencial para garantir o abastecimento de água em Franca pelos próximos 30 anos”, afirmou a deputada Delegada Graciela.

FONTE: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.