Violência mata mais de 103 mil crianças e adolescentes no Brasil

Entre 2010 e 2020, pelo menos 103.149 crianças e adolescentes com idades de até 19 anos morreram no Brasil, vítimas de agressão, segundo levantamento divulgado pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). De acordo com o estudo, cerca de 2 mil vítimas tinham menos de 4 anos. Apesar de os dados relativos a 2020 serem preliminares, a SBP informou que o isolamento social, medida considerada essencial por governadores e prefeitos para conter a pandemia do novo coronavírus, resultou em aumento da exposição das crianças a maior incidência de violência doméstica, o que, consequentemente, elevou também os casos letais.

Segundo o presidente do Departamento Científico de Segurança da SBP, Marco Gama, o estresse causado pela pandemia de covid-19 aumentou a probabilidade de as crianças serem vítimas de violência, além de causar prejuízos do ponto de vista da saúde física e mental. No entanto, segundo Gama, independentemente da pandemia, os casos de violência contra crianças e adolescentes sempre existiram, principalmente em ambiente doméstico ou intrafamiliar. A SBP acrescenta que, só em março de 2020, foi registrado, no Brasil, aumento de 17% no número de ligações notificando a violência contra a mulher.

REVISTA OESTE

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.