Projeto S: Mesmo com 98% da população-alvo vacinada, Serrana-SP continua registrando novos casos e óbitos por covid19

O município paulista de Serrana, região metropolitana de Ribeirão Preto, é o primeiro município brasileiro a vacinar em massa a sua população contra a covid19. De acordo com dados do Instituto Butantan, 98% da população-alvo de um experimento de vacinação em massa no município recebeu as duas doses da Coronavac, vacina produzida na China e envasada pelo próprio Butantan. Ao todo, foram imunizadas 29.682 pessoas acima de 18 anos, o que corresponde a 65% da população da cidade.

Era de se esperar que Serrana, que é o município paulista que mais vacinou proporcionalmente sua população, tivesse os melhores números da Pandemia. Não é o que esta acontecendo. Serrana continua registrando novos casos e óbitos por covid19 “como se nada tivesse acontecido”.

Nos últimos 7 dias, 5 pessoas morreram de covid19 no município. Hoje, Serrana notificou 25 novos casos confirmados da doença, atingindo uma média-móvel de 9 novos infectados por dia, segundo dados do Painel Covid19 do Ministério da Saúde.

Já se passaram 16 dias desde a conclusão do estudo, mas parece que os resultados ainda não vieram. Os pesquisadores devem preparar o relatório do experimento, que será publicado em forma de artigo científico.

Comparação com outros municípios

Comparando os números de Serrana com Dracena e Paraguaçu Paulista, dois municípios paulistas com o mesmo número de habitantes (45mil), Serrana tem alguns números iguais e outros até um pouco piores.

Paraguaçu Paulista, que vacinou apenas 14,4% de sua população, tem uma média-móvel de óbitos por covid19 de 0,5, com 5 óbitos confirmados nos últimos 7 dias, exatamente os mesmos números de Serrana.

Dracena, localizada a oeste da capital São Paulo, vacinou 21,% de sua população e tem uma média-móvel de novos casos confirmados de covid19 de 8,9, número um pouco abaixo da média-móvel de Serrana, que é de 9 casos diários. Foram contabilizadas 6 mortes por covid19 no município nos últimos sete dias, uma a mais que Serrana.

Os dados utilizados na elaboração desta reportagem foram acessados no portal do Ministério da Saúde e no portal “Vacinômetro” do Governo do Estado de São Paulo e estão disponíveis para acesso público

Projeto S

O Projeto S é um estudo clínico do Butantan sobre o impacto da imunização na contenção da pandemia. A imunização da população de Serrana alcançou 27.150 pessoas, o que indica uma cobertura vacinal de 97,9%.

A vacinação encerrada no domingo (11/04) encerrou um ciclo de oito semanas de imunização da população de Serrana, iniciada em 17/2. O município foi dividido em quatro grupos, e a cada semana um dos grupos era vacinado – nas primeiras quatro semanas, com a primeira dose da vacina; nas quatro semanas seguintes, com a segunda dose. O resultado foram 6.600 pessoas do Grupo Verde vacinadas, 94,2% dos voluntários cadastrados na região; 6.370 moradores do Grupo Amarelo, 94,8% dos cadastrados; 5.928 pessoas do Grupo Cinza, 93,8% dos cadastrados; e 8.202 moradores do Grupo Azul, 99,2% dos cadastrados.

Segundo dados do Butantan, foram aplicadas 54.872 doses da CoronaVac e registrados 46 eventos adversos graves. No período, houve seis óbitos por Covid-19: cinco pessoas faleceram após tomar somente a primeira dose, e uma pessoa faleceu após tomar a segunda dose (os sintomas começaram a se manifestar dois dias após a aplicação, o que indica que o paciente já estava infectado quando tomou a segunda dose). Entre as pessoas não vacinadas, foram 14 mortes por Covid-19.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.