Maia tenta menosprezar voto auditável e é ‘pego no flagra’

O deputado federal Rodrigo Maia citou, nas redes sociais, uma pesquisa desconhecida para tentar descredibilizar o método do voto impresso e auditável – pauta defendida pelo presidente Jair Bolsonaro e por seus aliados como forma de evitar fraudes nas urnas.

Na pesquisa, que é virtual e não leva em conta parâmetros estatísticos que possam oferecer confiabilidade, a plataforma Quaest questionou sobre a adoção do voto impresso e auditável. O resultado apontou que 61% das pessoas disseram que “não estão acompanhando a discussão” sobre o tema.

– O voto impresso é um tema apenas no mundo bolsonarista. Não podemos aceitar a tentativa de enfraquecer a nossa democracia desqualificando a segurança da urna eletrônica – escreveu o ex-presidente da Câmara dos Deputados.

O que Maia não esperava é que seria confrontado com sua própria publicação. O deputado Filipe Barros lembrou Maia de suas próprias ações políticas.

– Você foi relator da Lei 13.165/2015 e incluiu em seu relatório o voto impresso que, inclusive, foi aprovado quase por unanimidade no plenário. Você fazia parte do “mundo bolsonarista” em 2015? – ironizou Barros.

PLENO.NEWS

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.