Jovem Pan surpreende a web ao defender processo eleitoral

“Não há espaço para descredibilizar o processo eleitoral com falácias” – diz a emissora em editorial

A Jovem Pan divulgou um editorial em defesa da democracia e o processo eleitoral no Brasil. Intitulado Compromisso com a Democracia, o editorial pontuou que “não há espaço para descredibilizar o processo eleitoral com falácias”.

– Estamos nos aproximando de mais uma eleição, período em que reafirmam o nosso compromisso com a democracia e com o fortalecimento de nossas instituições. Não há espaço para cortinas de fumaça que tiram o foco de debate sobre os temas de real interesse. Não há espaço para descredibilizar o processo eleitoral com falácias – diz a emissora.

As declarações foram imediatamente interpretadas pelos internautas como uma indicação de “abandono” ao presidente Jair Bolsonaro (PL), mesmo sem o nome do chefe do Executivo ter sido mencionado. O presidente questiona a lisura das eleições com as urnas eletrônicas.

– O compromisso daqueles que ocupam cargos públicos ou que almejam ocupá-los após as eleições deste ano deve ser o defender o Estado democrático de direito, a independência entre os poderes e o de respeitar as instituições. Qualquer manifestação a esses princípios não tem e não terá o apoio do grupo Jovem Pan – assinalou a emissora no editorial repercutido na rádio, na TV, no YouTube e na PanFlix.

– Estão dando tiro no pé. Chegaram longe com um discurso diferente deste, agora querem mudar de lado? Tudo que sobe desce, e a JP parece que quer acelerar este processo. Acordem! – comentou um internauta.

A emissora está entre os assuntos mais comentados do Twitter neste domingo (15). Internautas levantaram inclusive o termo “Joven Klan” em referência à organização terrorista Ku Klux Klan, que defende a supremacia branca sobre os negros. Conservadores que acompanham a emissora mostraram-se decepcionados.

POR: FOLHA DESTRA

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.