IBGE avisa que irá recorrer de “questões LGBT” no Censo 2022

Justiça Federal determinou a inclusão de perguntas sobre identidade de gênero e orientação sexual

Nesta segunda-feira (6), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou que pretende recorrer de uma decisão da Justiça que obrigou o órgão a incluir questões sobre orientação sexual e identidade de gênero no Censo 2022. A medida foi determinada pelo juiz Herley da Luz Brasil, da 2ª Vara Federal Cível e Criminal do Acre e atende a um pedido do Ministério Público Federal (MPF).

Para o MPF, a falta de estatísticas dificulta o desenvolvimento de políticas públicas voltadas para a população que se identifica como LGBT+. O argumento foi aceito pelo magistrado, que apontou que a medida deve ajudar no desenho de iniciativas para “coibir a violência e discriminação desse público”.

Em nota enviada à imprensa, o IBGE disse que “vai recorrer da decisão da Justiça Federal do Acre” sobre a inclusão das perguntas sobre orientação sexual e identidade de gênero e afirmou que “todas as questões serão respondidas nos autos”.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.