Governo decreta fase vermelha em todo o Estado a partir de sábado

Durante a coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, João Dória adotou um tom duro contra o presidente Jair Bolsonaro. “Precisamos de vacinas, não de cloroquina”, disparou. As restrições das próximas semanas não incluem as escolas.

O governador João Doria (PSDB-SP) anunciou nesta quarta-feira, 3, nova reclassificação do Plano São Paulo, válida a partir da 0h de sábado (6), na qual todas regiões do Estado entrarão na fase vermelha, a mais restritiva do Plano São Paulo. A medida visa conter o avanço da covid-19 no Estado. A pandemia tem se agravado nas últimas semanas com a deterioração dos índices epidemiológicos, em especial, de internações.

A classificação é a mais restritiva do plano de flexibilização da quarentena, pois veta a abertura de restaurantes, academias e outros estabelecimentos considerados não essenciais. Como adiantou o Estadão, as escolas seguirão abertas.

Segundo o governador, o Estado deve enfrentar nos próximos dias as duas piores semanas da pandemia da covid-19 no País desde que foi registrado o primeiro caso. Doria, pouco antes de anunciar as medidas, voltou a criticar o governo federal. “Esta é a triste realidade de um País que é comandado por um negacionista, de um País que não tem Ministério da Saúde, de um País que não tem coordenação para um programa de saúde pública na pior crise sanitária, na pior crise de saúde dos últimos 100 anos”, afirmou.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.