“Espero que não haja interferência do Judiciário”, diz Bolsonaro sobre vacinação de crianças contra a Covid-19

Nesta segunda-feira (27), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que espera que não haja “interferência” do Judiciário na vacinação de crianças contra a Covid-19 e que sua filha mais nova, Laura, não será imunizada.

“Espero que não haja interferência do Judiciário. Espero. Porque minha filha não vai se vacinar. Deixar bem claro. Tem 11 anos de idade”, disse Bolsonaro, pouco após chegar a São Francisco do Sul (SC), onde passará uma semana de folga.

O presidente afirmou que ainda há “muita dúvida” no mundo inteiro sobre o tema, apesar de diversos países já imunizarem essa faixa etária.

“A questão da vacina para criança é muito incipiente ainda. Temos muito…Nós, não. O mundo ainda tem muita dúvida”, disse Bolsonaro.

A Anvisa já autorizou a aplicação da vacina da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.