Elon Musk diz que não pretende tomar vacina contra a Covid-19

Em uma entrevista ao podcast Sway, do jornal New York Times, o CEO da Tesla e da SpaceX, Elon Musk, disse que não tomará uma vacina para a Covid-19 quando estiver disponível e se recusou a dizer se acha correto pagar a seus funcionários que pedem para ficar em casa para evitar contrair o novo coronavírus.

“Não estou em risco pela Covid-19, nem meus filhos”, disse Musk ao podcast, apresentado pela jornalista Kara Swisher.

Musk há muito tempo cultiva a personalidade pública de um empresário excêntrico e polêmico. No podcast, ele argumentou que, em vez de pedir que pessoas fiquem em casa para mitigar a disseminação do novo coronavírus, o correto para ele seria que “qualquer pessoa que esteja em risco seja colocada em quarentena até que a tempestade passe”.

Quando Swisher confrontou Musk sobre o grande número de mortes por Covid-19, ele respondeu: “todo mundo morre.”

“A questão é saber o que, no balanço, serve ao bem maior”, Musk continuou, acrescentando que, para ele, os lockdowns não conseguiram isso e que a pandemia é uma “situação sem saída”.

Musk, a terceira pessoa mais rica do mundo de acordo com o Bloomberg Billionaires Index, tuitou em abril que as restrições para sair de casa em todo o país equivaliam a “uma prisão domiciliar de fato”.

Se um de seus trabalhadores dissesse que ir trabalhar colocaria sua família em risco, Musk disse que simplesmente lhes diria para “ficarem em casa”. Ele não quis entrar em detalhes sobre se se sentiria obrigado a pagá-los.

Quando Swisher pressionou por uma resposta, Musk ficou na defensiva, ameaçando encerrar a entrevista. “Vamos apenas seguir em frente, Kara, não quero entrar em um debate sobre Covid-19, essa situação. Se você quiser encerrar o podcast agora, podemos fazê-lo.”

Musk também mirou no colega bilionário Bill Gates, que no final de julho disse ao jornal Andrew Ross Sorkin que Musk deveria se ater ao que sabe melhor.

“O posicionamento de Elon é manter um alto nível de comentários ultrajantes”, disse Gates. “Ele não está muito envolvido com vacinas. Ele faz um ótimo carro elétrico. E seus foguetes funcionam bem. Então ele pode dizer essas coisas. Espero que ele não confunda áreas nas quais não está muito envolvido.”

Musk respondeu ao podcast com sua maneira tipicamente direta. “É como: ‘ei, idiota, nós realmente fazemos as máquinas de vacina para CureVac, a empresa em que você investiu’.”

Não é a primeira vez que Musk critica o cofundador da Microsoft.

Quando Gates postou suas dúvidas no início deste mês sobre o potencial para veículos elétricos de longo curso, Musk tuitou que Gates “não tem ideia (do que fala)”.

POR: CNN

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.