Coreia do Norte proíbe risadas, bebidas alcoólicas e demonstrações de felicidade por 11 dias

A Coreia do Norte impediu seus cidadãos de rir ou demonstrar qualquer sinal de felicidade por 11 dias para comemorar o 10º aniversário da morte de seu líder, Kim Jong-il, relatou o The Hindustan Times.

A publicação citou uma notícia da Radio Free Asia para confirmar a proibição, que citava um cidadão dizendo que todas as atividades de lazer, incluindo rir, beber e fazer compras, foram proibidas durante o período de luto.

A prática não é nova, visto que tais restrições também foram impostas antes. De acordo com o relatório, um cidadão norte-coreano anônimo disse que “muitas pessoas que foram flagradas bebendo ou bêbadas durante a restrição foram presas e tratadas como criminosos ideológicos e nunca mais foram vistas”.

Não se trata apenas dessa prática bizarra, porque as pessoas não têm permissão para comemorar aniversários, chorar ou lamentar, mesmo se alguém falecer. Se alguém morrer durante o período de luto, seus funerais serão realizados após o período de luto.

Geralmente, este período de luto continua por 10 dias todos os anos no aniversário, mas este ano, ele continuará por 11 dias.

Kim Jong Il governou a Coreia do Norte por 17 anos até sua morte em dezembro de 2011, passando o poder para seu filho.

Três gerações da família Kim governam o país desde 1948.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.