Com recursos da deputada Graciela, Franca inicia busca ativa de mulheres para implante contraceptivo

s mulheres que vivem em situação de vulnerabilidade social em Franca estão sendo cadastradas pelo Município para receber implante contraceptivo. Essa ação só foi possível graças ao trabalho da deputada estadual Delegada Graciela, que destinou para a Prefeitura R$ 50 mil.
O Implante Contraceptivo Subdérmico hormonal é um método anticoncepcional mais seguro e eficaz que a pílula, reversível e é de longa duração, pois age por 3 anos após implantado. Apresenta excelente eficácia contraceptiva, sendo um dos mais seguros, com maior eficácia até mesmo do que a ligadura das tubas uterinas ou a vasectomia no homem. É fácil de inserir e de remover.

“Trata-se de uma maior proteção e uma ação social enorme às mulheres” explicou a deputada Graciela. Segundo ela, Franca é uma das cidades pioneiras a realizar esse serviço.

De acordo com o Município, a ação da deputada Graciela – que destinou R$ 50 mil para Franca – atenderá 135 mulheres em idade fértil, inicialmente, que estejam em situação de vulnerabilidade social (condições econômicas, falta de acesso aos métodos anticoncepcionais), comportamentais (uso irregular de outros métodos, multíparas, adolescentes), doenças intercorrente (autoimunes, hipertensão, diabetes).

AÇÃO

A secretaria municipal de Saúde de Franca já cadastrou 134 mulheres, sendo que algumas pessoas já receberam o implante. Posteriormente, poderão ser inseridas, mulheres que possuam cadastro nas unidades de saúde do município.

De acordo com a Secretaria, funcionários da Casa da Mulher e UBS Ângela Rosa receberam treinamento e farão a triagem para a indicação correta do método. As mulheres beneficiadas receberão o implante contraceptivo, após exame físico completo, indicação do método pelo médico e assinatura do termo de consentimento Informado.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.