Com apoio de Graciela, 13 hospitais vão receber recursos extras do governo

Resultado de uma luta da deputada Delegada Graciela que levou ao governo do Estado as necessidades das entidades de Franca e cidades da região, a Santa Casa de Franca, o Hospital Allan Kardec e mais 11 entidades filantrópicas de cidades próximas vão receber recursos financeiros extras do governo do Estado para melhorar o atendimento prestado aos pacientes.

O projeto de lei, de autoria do Executivo, que unifica os programas de apoio e aumenta a verba anual repassada às entidades, foi aprovado pela Assembleia Legislativa na noite desta terça-feira.
No dia 5 de outubro, a deputada Graciela recebeu em Franca o vice-governador Rodrigo Garcia e os secretários de Estado, Marco Vinholi, Jean Gorinchteyn e Patrícia Ellen. Garcia anunciou a ampliação dos repasses anuais para custeio das Santas Casas. A decisão foi em resposta a pedidos feitos pela deputada Delegada Graciela após ela ter recebido junto com o delegado Davi, suplente de deputado federal, as demandas dos diretores das entidades.
Faltava apenas o aval da Assembleia Legislativa, o que aconteceu ontem. A Santa Casa de Franca terá um acréscimo de R$ 5 milhões por ano, passando dos atuais R$ 29,6 milhões para R$ 33,9 milhões. O Hospital Allan Kardec, que não era contemplado pelos programas estaduais, passará a receber um auxílio financeiro de R$ 366 mil por ano.
“Fico muito feliz que os pedidos foram atendidos e que os nossos hospitais e Santas Casas vão receber mais recursos. O apoio financeiro, que será fixo, ajudará a melhorar a qualidade do atendimento prestado à população e ajudará a salvar muitas vidas”, comentou a deputada Graciela.

REGIÃO BENEFICIADA

11 Santas Casas e hospitais filantrópicos da região serão beneficiados pelos repasses financeiros do Estado. Serão atendidas as Santas Casas de Ituverava (R$ 2,479 milhões), São Joaquim da Barra (R$ 793,8 mil), Patrocínio Paulista (R$ 238,1 mil), Igarapava (R$ 141 mil), Pedregulho (R$ 87 mil), Miguelópolis (R$ 52,2 mil), Guará (R$ 50,2 mil) e de Ipuã (R$ 17,1 mil), além dos hospitais São Marcos, de Morro Agudo, (R$ 189,6 mil), Santo Antônio, de Orlândia (R$ 186,9 mil) e Santa Rita, de Sales Oliveira (R$ 13,5 mil).

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.