Bolsonaro desafia Moraes a prendê-lo por questionar o processo eleitoral

Presidente afirmou que o Tribunal Superior Eleitoral virou um grupo fechado

Neste sábado (16), o presidente Jair Bolsonaro voltou a disparar críticas contra integrantes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e voltou a falar sobre o processo eleitoral. Durante uma entrevista à CNN Brasil, Bolsonaro disse que desconfia das urnas eletrônicas e “desafiou” o ministro Alexandre de Moraes a prendê-lo.

Para o presidente, o problema do TSE é que é um “grupo fechado”.

– Agora o grande problema que a gente tem, e não consigo entender, é com o Tribunal Superior Eleitoral. Virou lá um grupo fechado, o TSE Futebol Clube. O que se fala é lei – ressaltou.

Bolsonaro então lembrou que Moraes ameaçou prender que duvidasse do processo eleitoral.

– Há poucas semanas o Alexandre Moraes falou que quem desconfiar do processo eleitoral vai ter o registro eleitoral cassado e preso. Ô, Alexandre, eu estou desconfiado. Vai me prender? Vai caçar o meu registro? Que democracia é essa? – indagou.

Por fim, ele ainda criticou o ministro Luís Roberto Barroso.

– Nós podemos desconfiar de tudo. Quando você desconfia, até aperfeiçoa. Não tem nada que não possa ser mudado. E não vai ser dessa forma, decisão de ministro. O próprio Barroso, há pouco tempo, esteve nos Estados Unidos debatendo como tirar um presidente da República. E a gente vê certos absurdos que acontece. Quando fala em interferência, o ministro Luís Roberto Barroso foi dentro da Câmara dos Deputados, interferiu e a PEC do voto impresso foi derrubada – apontou.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.